Designações: O Viajante; Arauto da Madrugada; Profeta da Luz

Símbolo(s):  O Sygil do Fluxo Eterno (simplesmente Sygil);  o Bastão do Viajante

Norrowyn é a principal divindade nos Extremos do Norte, o primeiro e mais importante dos Ascendentes. Os seus ensinamentos sobre a natureza última da existência humana encontram-se registados no Enkheiridion, um grosso volume dos seus dizeres e acções durante os seus anos de viagem pelas terras que viriam a fazer parte do Império Miranai. Tudo o que se sabe sobre ele advém das suas próprias palavras ou de anotações do seu único discípulo, Illith, que se referia a Norrowyn por vezes como o Sábio do Leste (indicando uma possível origem Cyriae ou mesmo bárbara).

A compilação exaustiva da sua jornada de décadas pelos Sete Reinos dos Miranai foi realizadapor Illith após a Ascensão do seu mestre em 306 A.A., na sequência da sua prisão e execução pública por ordem do Primarca de Miran. Numa escrita densa em alegoria e simbolismo por vezes algo difícil de decifrar, Illith legou-nos a sabedoria de tolerância e amor  ao próximo do seu mestre, bem como as fundações de uma sociedade igualitária regida pelos princípios do respeito e bondade. Norrowyn foi também o primeiro sábio a teorizar sobre a natureza material do Fluxo e os seus impactos e aplicações no mundo, dos quais o principal seria a Ascensão, a imersão divina do espírito humano no Fluxo através da conclusão consciente de uma irrealidade e realidade simultâneas. O volume original, do qual se fizeram milhares de cópias ao longo das eras, é mantido ainda hoje no altar do Templo da Madrugada em Ierocanum, dentro de um relicário de cristal sob guarda armada.

É difícil pensar nele como o mais piedoso dos homens. That’s appearances for you.

Norrowyn é associado às virtudes da compaixão, da sabedoria e da tolerância, bem como às da intemporalidade e imanência. Alguns sectores da sua Igreja  associam-no ao fluir do Tempo.  A adoração de Norrowyn ou dos seus Ascendentes é, como foi desde a sua Ascenção,  considerada herética pelos Crentes, impossibilitando uma coexistência pacífica entre as duas religiões.

Advertisements