O Fluxo é a energia vital que permeia toda a Matéria no universo em que Eos se insere. É a corrente de “átomos últimos”, os constituintes de tudo o que existe. É do Fluxo que surgem as almas dos seres vivos (que mais não são que energia anímica “emprestada” pelo Fluxo e que a ele regressam aquando da morte…se não se desviarem pelo caminho); é no Fluxo que se encontram os Deuses, que são pouco mais que almas que não se voltaram a juntar ao resto da energia bruta do Universo e possuem alguma medida de identidade e controlo sobre ela (mais sobre isso noutro post).

O Fluxo actua como a corrente que é, vagando ciclicamente dentro de cada mundo, nuns lugares mais denso e noutros menos. Fenómenos como fontes de Fluxo são extremamente raros (há apenas dois locais onde tal se verifica permanentemente nos Extremos do Norte), mas ocorrem.

Menos rara, mas ainda assim bastante, é a aglomeração e condensação do Fluxo em pequenos cristais. A estes chamamos Essência.

Advertisements